Boa tarde, Domingo 15 de Setembro de 2019

Geral

Clima quente e seco e altas temperaturas exigem maior cuidado com os animais

ALTAS TEMPERATURAS | 07/09/2019 17h 52min

Foto: Blog Neon Pet

O tempo seco e as altas temperaturas exigem cuidados especiais não só dos humanos, mas também os bichinhos de estimação. Cães e gatos também sofrem quando o assunto é calor. Algumas medidas precisam ser tomadas para garantir o bem estar dos pets e evitar maiores complicações para a saúde deles. Veja as dicas da veterinária Mariana De Rosa para ajudar o seu animalzinho a passar por essa época do ano de forma mais tranqüila.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no Brasil estima-se que apenas a população de cães seja de 52 milhões, quantidade que supera a população de crianças, que é de 45 milhões, por isso é comum encontrar animais de estimação na maioria dos lares.

Em Mato Grosso o tempo seco e as altas temperaturas, comuns nessa época do ano, podem trazer diversos problemas para os animais podem sofrer problemas como hipotermia, que é o aumento da temperatura corpórea, podendo causar convulsões e até mesmo a morte do animal, afirma Mariana.

A veterinária ainda ressalta que uma das precauções é com relação aos passeios com os animais. “O chão tende a ficar muito quente com esse calor e pode acabar machucando as patinhas dos animais. Deve-se evitar o sol forte em qualquer situação, principalmente se o animal for de cor branca porque eles têm maior chance de desenvolver câncer de pele”, afirma.

É importante que os passeios sejam feitos no início da manhã ou à noite para evitar que o animal sofra com uma exposição desnecessária ao sol. Outra alternativa é trocar os passeios ao ar livre por um programa leve em um ambiente fechado como shoppings que permitam a entrada de animais.

Vale ressaltar que durante os passeios é essencial avaliar se o animal está cansado e/ou ofegante e ofereça bastante água. Além disso, é importante manter sempre água fresca disponível em abundância, assim como banhos e panos molhados no ambiente para ajudar a refrescar seu animalzinho.

Fonte:   Thaís Fávaro | Olhar Direto