Boa tarde, Segunda Feira 21 de Setembro de 2020

Geral

Número de registros de crianças nascidas em MT aumenta 8,4% em 2018

CRIANÇAS NASCIDAS EM MT | 07/12/2019 15h 51min

Mato Grosso registrou aumento no número de nascimentos em 2018 — Foto: Anna Carolina Gomes Nicacio/Arquivo Pessoal

Quase 57 mil nascimentos foram registrados em Mato Grosso, em 2018. Um aumento de 8,4% em relação a 2017, segundo pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O estado registrou a segunda maior variação do país.

Em nível nacional, foram registrados quase de 3 milhões de nascidos vivos em 2018. São Paulo teve o maior número de nascimentos, com mais de 600 mil e Roraima teve o menor índice, com pouco mais de 11 mil.

Os dados são referentes aos nascidos vivos, excluindo os sem especificação do lugar de residência da mãe, ignorados e estrangeiros.

 

Do sexo dos bebês

 

Os bebês do sexo masculino representaram a maioria dos nascimentos registrados em 2018 em Cuiabá e em Mato Grosso. Foram 29.240 nascidos do sexo masculino, o que representa 51,3% do total. Na capital foram registrados 5.125 bebês do sexo masculino em 2018, o que representa 50,6%.

 

Idade das mães

 

Uma análise feita nestes registros permite avaliar a idade da mãe na ocasião do parto, entre os anos de 2008 e 2018. De acordo com o IBGE, é possível verificar uma progressiva mudança na estrutura dos nascimentos em todo o país.

Em 2008, houve diminuição relativa de mães na faixa etária de 20 a 24 anos, e um aumento de mães que tinham 25 a 29 anos. Esta última faixa representava 25,2% do total.

Em Mato Grosso, a participação dos grupos de 20 a 24 e 25 a 29 anos de idade equivaliam a 26% e 24,5%, respectivamente, em 2008.

Já os dados de 2018 demonstram aumento das mães com idade entre 30 e 39 anos, em Mato Grosso. Um incremento equivalente a 30%.

Os números apresentados referem-se aos registros de nascidos vivos, casamentos, mortes e óbitos fetais, informados pelos Cartórios de Registro Civil de Pessoas Naturais. Também foram analisados os números de divórcios,declarados pelas Varas de Família, Foros ou Varas Cíveis.

Fonte:   G1 MT