Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Sábado 20 de Julho de 2024

Geral

Homem morre após sofrer choque elétrico no Tribunal Superior do Trabalho

ELETROCUTADO | 10/07/2024 08h 30min

Homem morre após descarga elétrica no TST, no DF — Foto: Divulgação/CBMDF

Um homem de 39 anos morreu, na manhã desta terça-feira (9), após sofrer um choque elétrico no Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília.

Em nota, o TST afirma que a vítima, Luiz Sousa Barbosa, era um trabalhador terceirizado do tribunal, que recebeu uma descarga elétrica quando fazia a manutenção de placas solares, localizadas na cobertura do edifício-sede. Segundo os bombeiros, Luiz Sousa teve uma parada cardiorrespiratória.

 

"Imediatamente foram adotados os protocolos de reanimação cardiopulmonar, porém após aproximadamente 50 minutos de manobras, a vítima não reagiu e seu óbito foi declarado ainda no local", informou a corporação.

 

O tribunal também declara que, no momento do acidente, "o profissional utilizava todos os equipamentos de proteção individual necessários para lidar com manutenções em rede elétrica".

 

 

O que diz o Tribunal Superior do Trabalho:

"Um trabalhador terceirizado de 39 anos do Tribunal Superior do Trabalho faleceu nesta terça-feira (9), após receber uma descarga elétrica quando fazia a manutenção de placas solares localizadas na cobertura do bloco B do edifício-sede do Tribunal.

Imediatamente, a equipe de bombeiros-civis do próprio TST iniciou os primeiros socorros e atuou ao lado do Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF), que foi acionado assim que o acidente ocorreu.

A vítima sofreu uma parada cardíaca, e os bombeiros do CBMDF atuaram nas manobras de ressuscitação por quase uma hora, mas o eletricista não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo no local. A morte foi confirmada por uma médica do Samu.

No momento do acidente, o profissional utilizava todos os equipamentos de proteção individual necessários para lidar com manutenções em rede elétrica.

O Tribunal Superior do Trabalho lamenta profundamente o ocorrido e está prestando todo apoio e solidariedade à família da vítima. Reafirma, também, o seu compromisso com os mais altos padrões de segurança do trabalho e informa que está colaborando com as investigações das autoridades policiais."

 

 

Receba as informações do Site Lucas Notícias através do whatsapp:
Clique aqui para receber as notícias no seu celular

 CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK - CLIQUE AQUI

Fonte:   G1 DF